Bispa Sonia ministra no Encontro de Homens de Aliança

Durante o Congresso de Homens de Honra, realizado nesta segunda-feira (15), na Renascer Arena – antigo Ginásio da Portuguesa –, a Bispa Sonia Hernandes trouxe uma mensagem de reflexão sobre como resgatar nossa verdadeira identidade em Deus.     “O nosso objetivo é que você saia daqui como o homem que Deus te formou para ser!”, afirmou ela.    Acompanhe, a seguir, o resumo da ministração:   Para se tornar um homem de honra, é necessário que você se reconheça desta maneira. Isso fará com que seus pensamento e sentimentos sejam ajustados e, assim, você passará agir como tal.   Lembre-se de que:   Provérbios 23.7: “Porque, como imagina em sua alma, assim ele é.”   O primeiro passo para trilhar este caminho de transformação passa pela consciência de qual identidade eu tenho assumido!   Jacó poderia assumir três identidades: a da imagem que ele queria transmitir (Esaú), aquela que os pais haviam definido para ele (Jacó) ou aquela que Deus determinou (Israel).   Logo no ventre de Rebeca, o Senhor já havia prometido que ele herdaria o direito de primogenitura.   Gênesis 25.21 a 26: “Isaque orou ao Senhor por sua mulher, porque ela era estéril; e o Senhor lhe ouviu as orações, e Rebeca, sua mulher, concebeu. Os filhos lutavam no ventre dela; então, disse: Se é assim, por que vivo eu? E consultou ao Senhor. Respondeu-lhe o Senhor: Duas nações há no teu ventre, dois povos, nascidos de ti, se dividirão: um povo será mais forte que o outro, e o mais velho servirá ao mais moço Cumpridos os dias para que desse à luz, eis que se achavam gêmeos no seu ventre. Saiu o primeiro, ruivo, todo revestido de pelo; por isso, lhe chamaram Esaú. Depois, nasceu o irmão; segurava com a mão o calcanhar de Esaú; por isso, lhe chamaram Jacó. Era Isaque de sessenta anos, quando Rebeca lhos deu à luz.”   Se já havia uma promessa sobre Jacó, por que ele se passou pelo irmão, Esaú, para recebê-la de Isaque? Porque ele se enxergava inferior e insuficiente.    Sabemos que, naquela família, havia uma grande divisão. Rebeca era mais próxima de Jacó e Isaque, de Esaú.   E por que isso ocorreu? Eu acredito que pela grande expectativa que Isaque tinha de ter filhos fortes e guerreiros. Esaú, de fato, era assim. Mas Jacó, não!    Rebeca, por outro lado, sempre tratou Jacó como o mais frágil, sempre fez de tudo para protegê-lo, inclusive foi capaz de enganar o próprio marido.   As consequências foram terríveis. Jacó precisou fugir, e Rebeca nunca mais o viu. Ele buscou refúgio na casa de Labão, que mentiu para ele, o fez trabalhar durante anos e por, 20 vezes, mudou o seu salário... Sim, Jacó sentiu na pele o que fez com o pai: a dor de ser enganado!   No desejo de serem aceitas e ocuparem determinadas posições, muitas pessoas acabam “vestindo” a roupa do outro ou assumem determinados comportamentos que não condizem com o que Deus tem para elas.   Sabe quem está por traz disso? Satanás! Ele quer nos descaracterizar... Quer que assumamos falsas identidades...    E como nossa identidade é definida?   1- PELA MANEIRA COMO DEUS NOS CRIOU;   2- PELA MANEIRA COMO NOSSOS PAIS NOS DEFINEM;   3- PELA MANEIRA COMO OS OUTROS NOS ENXERGAM;   4- PELAS CRISES, SOFRIMENTOS E PERDAS.   Qual delas você vai assumir?   Lembre-se de que:   Você não é como os outros te enxergam, você não é uma soma de escolhas erradas, você não é o que fizeram com você...    Você é quem você decide ser!   Se você está se enxergando como um derrotado, preste atenção neste texto:     Isaías 35.3 a 10: “Fortalecei as mãos frouxas e firmai os joelhos vacilantes. Dizei aos desalentados de coração: Sede fortes, não temais. Eis o vosso Deus. A vingança vem, a retribuição de Deus; ele vem e vos salvará. Então, se abrirão os olhos dos cegos, e se desimpedirão os ouvidos dos surdos;  os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará; pois águas arrebentarão no deserto, e ribeiros, no ermo.  A areia esbraseada se transformará em lagos, e a terra sedenta, em mananciais de águas; onde outrora viviam os chacais, crescerá a erva com canas e juncos.     E ali haverá bom caminho, caminho que se chamará o Caminho Santo; o imundo não passará por ele, pois será somente para o seu povo; quem quer que por ele caminhe não errará, nem mesmo o louco. Ali não haverá leão, animal feroz não passará por ele, nem se achará nele; mas os remidos andarão por ele. Os resgatados do Senhor voltarão e virão a Sião com cânticos de júbilo; alegria eterna coroará a sua cabeça; gozo e alegria alcançarão, e deles fugirá a tristeza e o gemido.”   Assumir a identidade de Esaú custou para Jacó 14 anos de escravidão. Mas, quando ele assumiu sua verdadeira identidade, a de Israel, a promessa que estava sobre Abraão o alcançou, e ele formou uma grande nação.     E, para finalizar, o que fazer para sair da condição de escravo e me tornar quem Deus me formou para ser?   - Perdoe-se pelos erros que você cometeu;   - Assuma a responsabilidade e as consequências;   - Tenha atitudes coerentes com sua verdadeira identidade.     Redação, com a colaboração de Rodrigo Avelino Fotos: @dm_arcafotografia, @ootavi0silva, @cleberdepaulafotos, @_leodepaula e @pedro.flausino