Bispa Sonia: "Não busque explicações, apenas creia!"

Nesta quinta-feira (25), a Igreja Renascer em Cristo encerrou o Jejum de Daniel. O culto celebrado na Sede Renascer Hall foi transmitido para todo o país, por meio da Rede Gospel de Televisão e da Rádio Gospel FM, e para os quatro cantos do mundo, no canal oficial da igreja no YouTube.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multid??£o e ??¡rea interna

 

Depois do louvor do Renascer Praise, Bispa Sonia trouxe uma palavra restauradora e edificante, com base na passagem bíblica de Apocalipse 5.1 a 13 e no tema "O Dom de Governo". 

 

“João teve a visão que mostrou Jesus Cristo como vencedor. Foi essa a revelação que Daniel teve, depois de ter jejuado durante 21 anos. Ele teve a revelação do Apocalipse e de que Deus iria levantar um povo mais que vencedor, mas um povo que venceria com outros tipos de armas, que teria uma vitória jamais alcançada até então – assim como tinha feito de Daniel um grande vencedor!”, introduziu.

 

“Daniel chegou à Babilônia de uma maneira traumatizante e em uma condição de vergonha. Ele era apenas um jovem. Saiu de uma condição privilegiada para chegar a uma terra estranha como se fosse um prisioneiro. A Bíblia não relata o que aconteceu com a família dele. Provavelmente, todos foram mortos. Para servir no reinado, tornou-se eunuco, ou seja, a possibilidade que ele tinha de ter filhos foi anulada e, ainda por cima, teve seu nome mudado. Fizeram de tudo para que sua identidade fosse descaracterizada”, acrescentou.

 

Na sequência, ela explicou que Daniel tornou-se um verdadeiro exemplo de superação, pois não cedeu às pressões e fez da fé o seu apoio.

 

“Dependia somente dele fazer com o pouco que lhe sobrou uma grande história! Ele tinha duas escolhas: entregar-se às pressões ou resisti-las! Destruir-se ou resistir e vencer! Muitas vezes, acabamos nos deparando com situações assim, mas, diferente de Daniel, fazemos as piores escolhas. O inferno nem precisa se esforçar para nos destruir, nós mesmos fazemos isso!”, afirmou.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e ??¡rea interna

 

“João teve a revelação de que Jesus Cristo traria um fim à escravidão do pecado. Precisamos ter consciência de que não podemos mudar o passado, mas podemos escolher o que faremos daqui pra frente: sofrer ou superar! As pessoas não são reconhecidas pelo que elas têm, mas por suas vitórias. Somos conhecidos pela história que construímos com Deus! Jesus veio para nos colocar neste processo de transformação. Ele ressuscitou ao terceiro dia para nos mostrar que até sobre a morte nós teremos vitória”, destacou, após citar Romanos 8.37.

 

“Deus nos deu a capacidade de transformar nossas dores, nossos medos, nossas decepções, nossas traições em forças para seguirmos em frente. Jesus Cristo nos deixou chaves que abrem portas no mundo espiritual, para que tenhamos autoridade contra as forças do mal, assim como ocorreu com Daniel, que foi levantado como um dos homens mais importantes da Babilônia. Sabe qual foi o diferencial? A comunhão dele com Deus, que sempre o mantinha um passo a frente. Ele orava e jejuava, e o Senhor lhe dava revelações. Assim, ele prevaleceu por quatro reinados! Ele se tornou especialista em solucionar causas difíceis. Daniel chegou como um escravo, mas era livre espiritualmente”, relembrou.

 

“Em vez de procurar culpados, busque solução em Deus. Ore, jejue, consagre-se... No altar, há revelação e sabedoria para que você possa sair de todas as situações em vitória. Os sete espíritos de Deus vão se manifestar na sua vida. Prepare-se porque o melhor está por vir. A luta só acaba quando você ganhar! Transforme os ambientes com sua oração. Não busque explicações, apenas creia!”, afirmou com base na passagem de Isaías 11.2.

 

Para finalizar, ela afirmou que as chaves que o Senhor nos entregou nos dão:

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, flor, planta e atividades ao ar livre

 

- Vitória sobre a dor e o sofrimento (Apocalipse 2.14);

 

- Sabedoria e inteligência;

 

- Armas espirituais;

 

- Perseverança (Hebreus 10.35);

 

- Governo.

 

 

 

Redação iGospel

Fotos: Pedro Flausino